Construir Sistema Hidropônico Simples e Barato

21 Flares Filament.io Made with Flare More Info'> 21 Flares ×

Um sistema hidropônico flutuante é muito simples e barato de construir. E pode fornecer uma boa quantidade de vegetais saudáveis para alimentar sua família.

Esse guia mostra de forma simples como construir seu próprio sistema hidropônico flutuante usando materiais fáceis de encontrar e com custo muito baixo.

O custo estimado para construir esse sistema de hidroponia é de menos de R$ 50,00.

Passo 1 – Suporte de madeira

Construa um suporte retangular usando tábuas de madeira conforme a imagem abaixo.

O quadro pode ter as dimensões que se desejar. O ideal para um pequeno sistema são dimensões de 60 cm de largura por 120 cm de comprimento.

A dimensão desse quadro de madeira vai depender muito do tamanho do painel de isopor ou poliestireno flutuante que você utilizar para construir seu sistema hidropônico.

hidropônico

Passo 2 – Cobrir o suporte com plástico

Cubra todo o quadro com uma capa de plástico. Esse plástico deve ser o mais grosso e resistente possível, pois nele será depositada a solução nutritiva. Mesmo assim certifique-se de que a superfície onde for colocar seu sistema hidropônico seja plano e livre e materiais que possam perfurar o plástico e com isso se perder a solução nutritiva.

Após isso, fixe o plástico no topo do quadro de madeira.

Passo 3 – Construir flutuador

Corte uma placa de isopor com dimensões ligeiramente menor que a do quadro de madeira, de modo que o isopor possa flutuar na solução nutritiva. Deixando sempre as raízes expostas aos nutrientes.

Após isso com auxilio de uma furadeira faça buracos na placa de isopor. Nesses buracos serão colocados os potes com substrato para cultivo. Deve-se deixar distância de aproximadamente 10 cm entre um buraco e outro para o pleno crescimento dos vegetais em hidroponia.

construir sistema hidroponia

Passo 4 – Coloque potes no flutuador

Nos buracos feitos na placa de isopor coloque potes perfurados para sustentar o substrato e a planta cultivada.

A planta a ser cultivada nesse sistema pode ser comprada em agropecuárias ou cultiva-la desde a semente. É muito importante que ao ser transplantada para o pote a plante tenha um bom sistema radicular.

Veja um exemplo de pote na imagem abaixo:

pote hidroponia

Passo 5 – Solução nutritiva

O último passa na construção do sistema hidropônico é encher o sistema com solução nutritiva e acondicionar os potes contendo a planta.

A solução nutritiva para esse sistema pode ser facilmente encontrada aqui no www.portalhidroponia.com.br . Esse adubo do link serve para fazer 1000 litros de solução nutritiva para cultivo de alface.

O volume da solução utilizada varia conforme o tamanho e número de plantas do sistema. E deve sempre ser reposta assim que o volume for baixando.

Sistema hidropônico flutuante pronto:

sistema hidropônico

Esse artigo serve como um guia para construção de um sistema hidropônico flutuante utilizando madeira e lona plástica. Mas também outros materiais podem ser utilizados como por exemplo: piscina de crianças, caixas plásticas, latas de lixo etc.

Muitos objetos podem ser utilizados desde que sejam capazes de manter o nível da solução nutritiva.

Principal fonte: www.ufl.edu

21 Flares Facebook 20 Google+ 1 Twitter 0 Filament.io Made with Flare More Info'> 21 Flares ×

Comments

  1. Antonio Vitagliano says:

    Considero as informações contidas aqui, muito didáticas e úteis, vou tentar utiliza-las de forma prática.
    Obrigado

  2. Existem algumas contradições na prática da hidroponia: A hidroponia é o cultivo de plantas sem solo (terra). Levando substrato (este funciona como terra) deixa de ser hidroponia e passa a semi-hidroponia.
    Na hidroponia, a alimentação das plantas é dada por soluções nutritivas. Estas podem ser orgânicas naturais, químicas ou mistas. As mais usadas e comerciais são as químicas, daí o produto final carecer de qualidade saudável contrariando a ideia (mais que divulgada e apelidada) de saudável.
    A minha opinião é que na prática corrente, os produtos de origem hidropónica, tendo que competir em preço no mercado, são um concentrado de produtos químicos que vamos ingerir e isto só pode ser contrariado para os produtos caseiros para consumo próprio sem intervenção de negócios onde não se venda gato por lebre porque no comércio, o objectivo é o lucro como é evidente. (Quem cultiva para o mercado tem que ter proveito para a sua subsistência e não pode produzir por 20 e vender por 10) A produção biológica é óptima mas não é competitiva em relação à tradicional, e só acredita na sua certificação quem não pensa correcto.
    No sistema semi-hidropónico, a qualidade dos produtos pode ser melhorada porque a nutrição dada não carece do mesmo concentrado químico.
    Só acredita quem quer.

    • As plantas se alimentam de compostos químicos, diferentemente de nós que podemos nos alimentar de produtos de origem animal, vegetal ou química. Portanto não faz a minima diferença de que forma os compostos químicos são fornecidos as plantas, se no esterco, no humus, ou na água.

      • Concordo plenamente! Estou estudando agronomia, e a forma com que os nutrientes são fornecidos para as plantas varia muito, ate mesmo na própria natureza temos plantas nos mais diversos biomas recebendo nutrientes das mais variadas formas.
        Fornecendo o nutriente como um prato bem servido para a planta ela não precisa fazer esforço algum para se alimentar, só serão necessários pequenos períodos com baixa umidade para que a raiz respire, e isso não influencia em nada no modo como o metabolismo da planta processa esses nutrientes, apenas facilita o processo.

    • Nelson Pugliesi says:

      Kkkk… falou um monte de baboseira. Não entende nada de hidroponia muito menos de fitotecnia, só acredita quem quer mesmo.

      • Anderson de almeida souza says:

        Ola, Nelson fale ai para nos o que você sabe de repente você com este monte de abobrinha consegue fazer uma abobreira, eu sei que você é um cara esperto para julgar os outros assim e não dar uma solução…….

  3. Não obstante o meu comentário anterior e ultrapassando a barreira da concentração nutritiva no cultivo hidropónico, a utilização deste sistema é muito limitado para a diversidade de plantas devido sobretudo ao reduzido tipo de equipamento existente no mercado para este fim.
    Cultiva-se bastante alface, algum agrião, e muito pouco hortícolas. O morango cultivado fora de solo que conheço cá em Portugal é maioritariamente cultivado inicialmente pelo sistema semi-hidropónico e não hidropónico como se diz ou pensa.
    Um dos inconvenientes que aponto é o preço que o equipamento mais adequado ao cultivo para maior variedade de plantas pode custar, não oferecendo margem atractiva para a sua utilização. Talvez dentro dum futuro próximo isso possa melhorar com o emprego de outros materiais e novas tecnologias. É que nem tudo está inventado e o homem é fértil em ideias.
    Tenho dito.

    • O Sistema de Aquaponia representa hoje justamente uma solução orgânica alternativa ao sistema de hidroponia que utiliza-se de adubação quimica. O sistema de hidroponia pode ser facilmente transformado em uma estrutura aquaponica.
      Já que a adubação vem da produção de fezes dos peixes, que pode ser também combinada ao adubo de origem animal como galinhas caipiras criadas no sistema orgânico.
      O Adubo de galinha caipira também pode ser usado como parte da dieta de engorda dos peixes.

      • marcio b. ferreira says:

        ola bom
        otima resposta eu pesquiso este tipo de alternativa patra implantar em meu sitio e vejo que a muitas divergencias no assunto se vc tiver mais artigos a respeito com bate tecnica eu gostaria destas esperiencias.
        meu e-mail. marciob.ferreira@gmail.com

  4. Hebert Borges says:

    tem alguma restrição fazer a bancada com telha de amianto forrada com lona ?

    • clausir tome says:

      compre telhas que nao contenham amianto, estou usando a eterflex da eternit e passei duas demás de vedaprem para evitar que se desprendam qualquer tipo de fibra, embora a eternit me garantiu atraves do sac. que são usadas fibras de pvc em vez do amianto. mas se quiser colocar a lona melhor ainda, sugiro tambem colocar manta de aluminio bem esticada na telha e depois faça os furos onde vc vai plantar , o aluminio espanta os insetos e protege a solução contra raios solares que formaram algas ficando assim protegida .

      • Amigo. Vedapren….. avaliou se eventualmente esse produto não pode gradativamente dispensar substâncias nocivas à saúde no seu sistema?

  5. Armando Zabeu says:

    No sistema flutuante, deverei acrescentar água,com a solução nutritiva, cada vez que ela diminuir. Está claro isso, mas e a oxigenação da água? torna-se desnecessária?

  6. Prezados, gostaria de conhecer melhor o sistema de hidroponia, existe algum fornecedor, instituição ou ate mesmo um proprietário que permite a visita para que eu posso obter mais informações sobre o assunto, ou até mesmo ver o sistema já desenvolvido?
    Aguardo retorno

  7. Luis Monteiro says:

    Boa noite.
    Estou a pensar em criar uma estufa para produção de morangos e esta ideia da hidroponia é bastante interessante.
    Mais, com os apoios do quadro comunitário PDR 2020, e segundo o que já li, há apoios financeiros para este tipo de produção.
    Logo, o melhor mesmo é começar a ler bastante, a investigar e partir para o investimento, pois até 2020 o dinheiro disponível é para ser aqui investido, em Portugal e não para voltar a ser devolvido, como tem acontecido nos quadros comunitários anteriores.
    Mãos à obra, amigos e boas produções!

  8. LUIZ MOREIRA says:

    boa tarde

    GOATARIA DEE SABER MAIS COBRE A SOLUÇÃO NUTRITIVA , O QUE COMPOEN ,OU SE ACHA PRONTA PARA COMPRAR?

  9. Shellry Barbosa says:

    Gostaria de saber como é colocado a planta no tubo, porque para plantio convencional, utilizam-se mudas, como se faz na hidroponia? Semeio, plantio? De que forma é feito isso? Obrigada.

  10. Gostaria de saber melhor detalhe com relação como faz para colocar as mudas e profundidade desta caixa e se é fácil de encontrar os nutrientes. Há alguma cartilha ou algum lugar que eu possa me inteirar.

  11. Boa noite, achei genial, mas vai uma pergunta: Posso fazer essa caixa e para o plantio embaixo de pé de arvore (cajueiro) ter sombra parte da manhã e um pouco de sol na parte da tarde. Minha região a temperatura média é torno de 25 graus, Como eu procedo para que não tenho problemas.

  12. Meu nome é Henrique, estou precisando uma ajuda para concretizar um projeto em papel (pdf) ou AutoCAD, portanto tenho 20 000 x 10 000 metros quadrados (2 hectares) e gostaria de estar preparado neste projeto ( greenhouse ou estufa e equipamentos) porque existe um plano financeiro para ajudar pessoas com pequenas terras e sem fundos para investir. As pessoas que me poderão ajudar, querem ver em papel e não em projeto verbal.
    Gostaria de plantar mas 30 mil a 50,000 alfaces, posso contar com a sua ajuda?
    Agradeço antecipadamente pela sua atenção.

    • O prezado Henrique certamente referiu-se a uma área de 200 m x 100 m = 2 há.

      • Um hectare (conhecido também como hectômetro/hectómetro quadrado [hm²]), representado pelo símbolo ha,[1] é uma unidade de medida de área equivalente a 100 (cem) ares ou a 10.000 (dez mil) metros quadrados.

  13. Benedito José Monteiro says:

    gostaria de saber quando a solução abaixa quanto de solução devo recolocar por exemplo em minha pequena horta o deposito tem 150 litros e todo os dias tenho que repor cerca de 40 litros de água sera que devo colocar solução equivalente aos 40 litros ou menos?. obrigado

Trackbacks

  1. […] para garantir a cobertura total da água e nutrientes para as plantas do sistema. Se for colocar o sistema hidropônico ao ar livre, proteger o sistema de elementos como vento e verificar o nível da solução nutritiva […]

Speak Your Mind

*